EVOÉ BACO!!!

BEM-VINDO AO BACANAL DAS ARTES!

UM CANAL PARA INTERAÇÕES, DISCUSSÕES, INDICAÇÕES DE TRABALHOS ARTÍSTICOS, CURIOSIDADES E AFINS...

COMENTEM E INTERAJAM!!!

ps: A imagem de apresentação do Blog foi criada por MARCIO BENVENUTO. Cada letra do nome do blog é formada por uma imagem corporal feita por dois artistas de nomes desconhecidos.

3 de mai de 2009

TEATRO DEPRIMIDO: Morre Augusto Boal

foto por Ann Mari
Boal recebe premio pela democracia e Paz (Dublin/2008)

Morreu por volta das 2:40h deste sábado(02), o Teatrólogo Augusto Boal de 78 anos. Ele sofria de leucemia e estava internado no CTI do Hospital Samaritano, no Rio de Janeiro, desde o dia 28 de abril. Seu corpo está sendo velado no cemitério do Cajú, na região portuaria do Rio, onde será cremado ainda hoje.

Augusto Boal, autor, diretor e teatrólogo, é um dos maiores nomes do teatro brasileiro no cenário mundial. Principal lider do Teatro de Arena, na década de 60, desenvolveu uma metodologia que envolvia teatro e ação social - o Teatro do Oprimido.

Seu método é conhecido e utilizado em diversos países de todos os continentes como um elemento de transformação social. Países como Egito, Sudão, Quênia, Africa do Sul, entre outros, aplicam o Teatro do Oprimido, como Artes Marciais, em zona de conflito e como ferramenta de prevenção e convivência com a AIDS.

No ano de 2008, Augusto Boal foi indicado ao Prêmio Nobel da Paz como reconhecimento ao seu trabalho com o Teatro do Oprimido.

Há pouco mais de um mês, em comemoração ao Dia Internacional do Teatro, 27 de março, a UNESCO homenageou o teatrólogo brasileiro com o título de Embaixador Mundial do Teatro, numa cerimônia na sede da organização em Paris. Na ocasião, Boal leu uma mensagem com suas reflexões sobre o tema: "O Teatro e a paz entre os povos". Foi a primeira vez que um texto em comemoração ao Dia Mundial do Teatro, comemorado pela UNESCO desde 1961, foi lido em lingua portuguesa. Seu depoimento foi traduzido para 45 linguas.

No Brasil, não só a classe teatral está de luto como também artistas de diversas áreas. Artistas como Gilberto Gil, Caetano Veloso, Gal Costa, Tom Zé e Maria Bethânia também foram dirigidos por Boal.
No início dos anos 60, com a efetivação do golpe militar, dirigiu o Show Opinião com Zé Ketti, Nara Leão e João do Vale, como resistência a situação vivida no país naquele momento.
Na década de 70, Chico Buarque de Holanda compôs "Meu Caro amigo" como uma carta-canção ao amigo teatrólogo que estava exilado em Lisboa durante a ditadura no Brasil.

Show Opinião - com Zé Ketti, Nara Leão e João do Vale, dirigido por Augusto Boal.

3 comentários:

  1. Olá Wagner, legal conhecer teu blog! tô te devendo as fotos de cururupu, mas te passo em breve. Qualquer coisa, tá com Urias tb!

    ResponderExcluir
  2. È... o teatro está em luto, mas o legado desse grande homem fica como inspiração para fazermos nossa parte. Evoé Boal...

    ResponderExcluir
  3. Amigo, péssima noticias nesses tempos obscuros e incertos. Parabéns pelo espaço, vou passar sempre por aqui. e final do mes to na ilha pra tomarmos umas cervejas. Grande beijo.
    Marcello Brito.

    ResponderExcluir

Comente! Participe! Interaja!