EVOÉ BACO!!!

BEM-VINDO AO BACANAL DAS ARTES!

UM CANAL PARA INTERAÇÕES, DISCUSSÕES, INDICAÇÕES DE TRABALHOS ARTÍSTICOS, CURIOSIDADES E AFINS...

COMENTEM E INTERAJAM!!!

ps: A imagem de apresentação do Blog foi criada por MARCIO BENVENUTO. Cada letra do nome do blog é formada por uma imagem corporal feita por dois artistas de nomes desconhecidos.

19 de dez de 2011

PREVISÕES PARA 2012 ou...


Áries (21/3 - 19/4):
1. Frase: 'Não sei bem o que quero, só sei que quero JÁ!'
2. O que o ariano espera de seu parceiro:
Para o ariano, o que importa é a conquista. O desafio de conseguir a pessoa
amada é sua principal motivação. Pode perder o interesse quando consegue seu
objetivo. Gosta de correr riscos, o que pode levá-lo a se envolver em
triângulos amorosos.
3. O que o ariano diz depois do sexo: 'Legal, vamos de novo!'
4. Como irritar um ariano:
Fale com eles dando uma enorme pausa entre as palavras. Não deixe que eles
falem, ou, se falarem, corte pelo meio.
5. Como o ariano reza antes de dormir:
'Querido Deus! Dê-me PACIÊNCIA, e eu a quero AGORA'!
6. Por que o ariano atravessou a rua?
Certamente para bater boca com alguém que estava do outro lado.
7. Você foi assaltado e o ariano....
Dá um soco na mesa e diz:
'Mas que merda! Não se pode andar mais tranqüilo na rua nos dias de hoje!'
8. Adesivo para o vidro do carro do ariano:
'Passa por cima, Ô babaca!'
9. Quantos arianos são necessários para trocar uma lâmpada?
Apenas um, mas serão necessárias muitas lâmpadas.

Touro (20/4 - 20/5):
1. Frase: 'Amor numa cabana? Só se for 5 ESTRELAS'.
2. O que o taurino espera de seu parceiro:
A ênfase é para a parte prática do relacionamento: quem vai pagar a conta, onde
se vai morar, a estabilidade que a relação traz, e a satisfação sensual que o
parceiro pode proporcionar, sejam na cama ou à mesa.
3. O que o taurino diz depois do sexo: 'Estou com fome - passe a pizza'
4. Como irritar um taurino:
Gaste o dinheiro deles, peça para Dar uma dentada no seu sanduíche ou na sua
maçã, desperdice seu material, não devolva suas coisas.
5. Como o taurino reza antes de dormir:
'Deus, por favor, ajude-me a aceitar MUDANÇAS em minha vida, mas NÃO AGORA.'
6. Por que o taurino atravessou a rua?
Porque encasquetou com a idéia.
7. Você foi assaltado e o taurino....
Comenta sem se preocupar muito:
'Ah, o importante é que você está bem.. Vão-se OS anéis mas ficam OS dedos...'
8. Adesivo para o vidro do carro do taurino:'Não tenho tudo que amo... Mas é uma questão de tempo e paciência..'
9. Quantos taurinos são necessários para trocar uma lâmpada?
Nenhum. Taurinos não gostam de mudar nada.


Gêmeos (21/5 - 20/6):
1. Frase: 'Odeio fofocas... Mas... já te contei a última?'
2. O que o geminiano espera de seu parceiro:
Para o geminiano o que conta é o companheirismo, o ter alguém com quem
conversar, trocar idéias, e principalmente para ouvi-lo. Gostaria de encontrar
o seu gêmeo ou sósia intelectual. Quer sentir-se livre para ir e vir quando bem
entender.
3. O que o geminiano diz depois do sexo: 'Você viu o controle remoto?'
4. Como irritar um geminiano:
Aborreça-OS com lágrimas e longos monólogos sobre sua vida emocional. Não converse
com else, em absoluto.
5. Como o geminiano reza antes de dormir:
'Hei Deus...Ou será deusa?... Quem é você?... O que é você?... Onde está
você?... Quantos de você há? Eu não posso te imaginar!'
6. Por que o geminiano atravessou a rua?
Se nem ele sabe, como é que eu vou saber?
7. Você foi assaltado e o geminiano....'È' impressionante o preço que pagamos pra conviver num meio urbano... E essa
criminalidade é assustadora, pois as diferenças sociais se acentuam e blá blá
blá'... (FICA falando por meia hora)
8. Adesivo para o vidro do carro do geminiano:
'Não me siga, posso mudar de destino a qualquer momento'
9. Quantos geminianos são necessários para trocar uma lâmpada?Dois (claro). Vai durar o final de semana inteiro, mas quando estiver pronto, a
lâmpada vai fazer o serviço DA Casa, falar francês e ficar DA cor que você
quiser.

Câncer (21/6 - 22/7):
1. Frase: 'Lar... Meu doce LAR!'
2. O que o canceriano espera de seu parceiro:Procura alguém de que possa cuidar, nutrir, paparicar como um bebê. Também
busca a segurança que o relacionamento pode dar e alguém que consiga tolerar
seu humor instável, um hora alegre, outra hora depressivo.
3. O que o canceriano diz depois do sexo: 'Quando vamos nos casar?'
4. Como irritar um canceriano:Insulte sua mãe (com classe, é claro).Critique sua casa. Advirta-o de que ele
pode perder o emprego. Diga que aquela foto de família pendurada na sala é
brega e confunda o retrato da 'vovozinha querida' com o Mike Tyson.
5. Como o canceriano reza antes de dormir:
'Querido Papaizinho, sei que eu não deveria depender tanto de você, mas você é
a Única pessoa com quem eu posso sempre contar, enquanto meu seguro cobertor
está sendo lavado.'
6. Por que o canceriano atravessou a rua?
Porque estava se sentindo só e abandonado deste lado de cá.
7. Você foi assaltado e o canceriano....
Preocupado, vai te confortar:
'Senta aqui... Você está bem? com certeza não se machucou? Quer um copo d'água
com açúcar?'
8. Adesivo para o vidro do carro do canceriano:
'Não tenho tudo que amo, mas amo tudo que tenho'
9. Quantos cancerianos são necessários para trocar uma lâmpada?
Somente um. Mas leva três anos para um terapeuta ajuda-lo a passar pelo
processo.


Leão (23/7 - 22/8):
1. Frase: 'Antigamente EU era vaidoso, mas agora me curei e estou
PERFEITO!'
2. O que o leonino espera de seu parceiro:
Busca alguém com quem compartilhar suas idéias criativas, que goste de crianças
e queira ter filhos. Geralmente deseja mais uma platéia para aplaudi-lo ou um
companheiro de brincadeiras, do que um verdadeiro amor.
3. O que o leonino diz depois do sexo: 'Não foi incrivelmente fantástico?'
4. Como irritar um leonino:
Ignore-os. Esqueça o nome deles e pergunte 'Qual é mesmo o seu nome?'. Em
público, não os apresente às pessoas importantes.
5. Como o leonino reza antes de dormir:
'Oi, Papi! Eu posso apostar como você está realmente orgulhoso em ter a mim
como seu filho!'
6. Por que o leonino atravessou a rua?Para chamar a atenção, sair nos jornais, revistas, etc.
7. Você foi assaltado e o leonino....
'Vou pegar esse fdp!!'... e sai correndo porta afora.
8. Adesivo para o vidro do carro do leonino:'Tudo que tenho me ama'
9. Quantos leoninos são necessários para trocar uma lâmpada
Um leonino não troca lâmpadas, a não ser que ele segure a Lâmpada e o mundo
gire em torno dele.


Virgem (23/8 - 22/9):
1. Frase: 'Já te disse que sou SUPER DEMOCRATA... mas porque você ainda não
fez o que eu MANDEI?'
2. O que o virginiano espera de seu parceiro:
Busca um relacionamento funcional onde predomine a ordem, a limpeza, e o bom
senso, alguém que faça com que tudo corra como deve ser, sem sair da rotina, e
sem grandes contratempos.
3. O que o virginiano diz depois do sexo: 'Preciso lavar os lençóis'
4. Como irritar um virginiano:Choramingue bastante. Desarrume sua casa, atrapalhe sua programação, esqueça de
atarraxar a pasta de dente. Diante do armário do banheiro, indague: 'para que
tanto remédio?'.
5. Como o virginiano reza antes de dormir:
'Querido Deus, por favor faça do mundo um lugar melhor, e não o destrua como
você fez da última vez.'
6. Por que o virginiano atravessou a rua?Ele ainda não atravessou porque está medindo a largura da rua, a velocidade dos
carros, se essa experiência é válida, qual seria a melhor hora de atravessar
essa rua, etc.
7. Você foi assaltado e o virginiano....
Rodando, preocupado:
'Vocês tem certeza que não e melhor chamar um medico? Ou medir a temperatura?'
8. Adesivo para o vidro do carro do virginiano:
'Não me siga. Preciso passar no médico'
9. Quantos virginianos são necessários para trocar uma lâmpada? Vamos ver:
um para virar a lâmpada, um para anotar quando a lâmpada queimou e a data em
que ela foi comprada, outro para decidir de quem foi a culpa da lâmpada ter
sido queimada, dez para decidir remodelar a casa enquanto o resto troca a
lâmpada...

Libra (23/9 - 22/10):
1. Frase: 'A justiça tarda mas não falha, pois está sempre COMIGO'.
2. O que o libriano espera de seu parceiro:Busca apreciação mútua e igualdade de compromissos e obrigações entre as
partes. Seu objetivo maior é a cooperação, ter alguém para partilhar e para
admirar. Detesta pessoas rudes, agressivas ou deselegantes a seu lado.
3. O que o libriano diz depois do sexo: 'Eu gostei se você também gostou'
4. Como irritar um libriano:
Diga bastante - 'Isso é com você, decida logo!'. Leve-os a locais feios. Aja de
forma grosseira em público, tire melecas, arrote, fale palavrões, vire cerveja
na mesa, chame o garçom pelo nome.
5. Como o libriano reza antes de dormir:
'Querido Deus, eu sei que eu deveria tomar minhas decisões sozinho, mas, por
outro lado, o que VOCÊ acha?'
6. Por que o libriano atravessou a rua?Ele nem precisou atravessar. Alguém acabou oferecendo carona para ele.
7. Você foi assaltado e o libriano....
'Ah, gente, não foi nada, só um assaltozinho à toa... eu mesmo já passei por
cinco'..
8. Adesivo para o vidro do carro do libriano:'Não tenho tudo que amo, mas vou ficar conhecendo no sábado à noite'
9. Quantos librianos são necessários para trocar uma lâmpada?
Bom, na realidade eu não sei. Acho que depende de quando a lâmpada foi
queimada. Talvez só um, se for uma lâmpada comum, mas talvez dois se a pessoa
não souber onde encontrar a lâmpada, ou...

Escorpião (23/10 - 21/11):
1. Frase: 'Sou super LIBERAL... mas onde você foi, MESMO?'
2. O que o escorpiano espera de seu parceiro:Deseja misturar sua bagagem emocional e material com a do parceiro e espera que
este seja adaptável às mais bruscas e extremas transformações que possam
ocorrer na vida em comum como, por exemplo, suas crises de ciúmes.
3. O que o escorpiano diz depois do sexo: 'Talvez eu deva desamarrar você
agora'
4. Como irritar um escorpiano:Faça perguntas pessoais. Saiba muito sobre eles e dê a entender. Obtenha mais
sucesso do que eles e se vanglorie. Repita sempre: -'Isso não é da sua conta!'
5. Como o escorpiano reza antes de dormir:'Querido Deus, ajude-me a perdoar meus inimigos, mesmo que os crápulas não
mereçam.'
6. Por que o escorpiano atravessou a rua?
Porque era proibido.
7. Você foi assaltado e o escorpiano....
Diz pra si mesmo, revoltado: - 'É nessas horas que é bom andar armado...'
8. Adesivo para o vidro do carro do escorpiano:'Não 'possuo' tudo que amo, mas amo tudo que 'possuo'. E cuido bem de perto'
9. Quantos escorpianos são necessários para trocar uma lâmpada?Mas quem quer saber? Por que 'Você' quer saber? Você é um policial?

Sagitário (22/11 - 21/12):
1. Frase: 'Já te disse 1.000.000 de vezes que NUNCA EXAGERO!'
2. O que o sagitariano espera de seu parceiro:Busca partilhar seu idealismo e seu senso de justiça com o outro. A relação tem
que incluir espírito de aventura, gostar de viajar, estudar, aprender. O
parceiro tem que saber compreender sua necessidade de liberdade, de fugir da
rotina e sua aguda franqueza.
3. O que o sagitariano diz depois do sexo: 'Não me ligue - Eu ligo pra
você'
4. Como irritar um sagitariano:Dê a eles bastantes responsabilidades. Coloque realismo na sua filosofia. Nunca
ria das piadas deles. Não tope nenhuma aventura ou quebra de rotina e esteja
sempre de mau-humor.
5. Como o sagitariano reza antes de dormir:'OH ONIPOTENTE, ONISCIENTE, TODO AMOROSO, TODO PODEROSO, ONIPRESENTE, ETERNO
DEUS, SE EU LHE PEÇO UMA VEZ, ESTOU PEDINDO CENTENAS DE VEZES, AJUDE-ME A PARAR
DE EXAGERAR!'
6. Por que o sagitariano atravessou a rua?
Porque a idéia pareceu maneira e deu vontade.
7. Você foi assaltado e o sagitariano...'Vamos dar queixa na policia!'
8. Adesivo para o vidro do carro do sagitariano:'Não tenho tudo que amo, mas também nada que me ama me tem'
9. Quantos sagitarianos são necessários para trocar uma lâmpada?O sol está brilhando, está cedo, nós temos a vida inteira pela frente, e você
está preocupado em trocar uma lâmpada estúpida?

Capricórnio (22/12 - 19/1):
1. Frase: 'HOJE assumi o cargo de vice-diretor de uma empresa que
ORGANIZAREI, e será sucesso daqui a 10 ANOS'.
2. O que o capricorniano espera de seu parceiro:
Busca um parceiro que seja equilibrado e que possa ajudá-lo a alcançar uma
posição de destaque e de status na vida. A lealdade e o apoio são mais
importantes para ele do que a paixão.
3. O que o capricorniano diz depois do sexo: 'Você tem cartão de visitas?'
4. Como irritar um capricorniano:Organize tudo para que se sintam inúteis. Lembre-os de sua baixa posição
social. Embarace-os em público: faça escândalos, berre com eles. Deixe-os
esperando, nunca chegue na hora marcada.
5. Como o capricorniano reza antes de dormir:
'Querido Pai, eu estava indo rezar, mas acho que devo descobrir as coisas por
mim mesmo. Obrigado de qualquer forma. '
6. Por que o capricorniano atravessou a rua?Porque foi pechinchar nas lojas do outro lado.
7. Você foi assaltado e o capricorniano...
'Quanto levaram??'
8. Adesivo para o vidro do carro do capricorniano:
'Tenho tudo que amo, e trabalho muito para ter mais ainda'
9. Quantos capricornianos são necessários para trocar uma lâmpada?Nenhum. Capricornianos não trocam lâmpadas - a não ser que seja um negócio
lucrativo.

Aquário (20/1 - 18/2):
1. Frase: 'Já estou guardando grana, para construir a NOSSA bela casa lá na
LUA'.
2. O que o aquariano espera de seu parceiro:Busca um amigo e amante que seja socialmente adaptável, tenha preocupações
sociais, goste de seus amigos, e não seja pegajoso. Dá muito valor à liberdade
e à afinidade intelectual dentro de um relacionamento.
3. O que o aquariano diz depois do sexo: 'Agora vamos tentar sem roupas'
4. Como irritar um aquariano:Torne-se pessoal e íntimo. Ao encontrá-los, dê um longo abraço e fique
apertando-o contra o peito, emocionado, lacrimejante. Insista para que eles
liguem várias vezes por dia para posicioná-los de seus movimentos.
5. Como o aquariano reza antes de dormir:'Oi, Deus! Alguns dizem que você é homem. Outros dizem que você é mulher. Eu
digo que todos nós somos DEUS. Então, por que rezar? Vamos fazer uma festa!'
6. Por que o aquariano atravessou a rua?
Porque isso faz parte de uma experiência que trará incontáveis avanços
tecnológicos no futuro.
7. Você foi assaltado e o aquariano....'Ah, pessoal, já que tá todo mundo bem, porque não esquecemos essa estória e
vamos jogar banco imobiliário?'
8. Adesivo para o vidro do carro do aquariano:'Não tenho tudo que amo, mas tô pouco me lixando para posses'
9. Quantos aquarianos são necessários para trocar uma lâmpada?
Vão aparecer centenas, todos competindo para ver quem vai ser o único a trazer
a luz ao mundo.


Peixes (19/2 - 20/3):
1. Frase: 'Ontem tinha DÚVIDAS, hoje... NÃO SEI!'
2. O que o pisciano espera de seu parceiro:Busca um protetor amoroso, uma alma irmã, uma pessoa espiritualizada, que saiba
aceitar seu humor sempre mutável e sua necessidade de solidão e de privacidade.
Ah! E que goste de bichos.
3. O que o pisciano diz depois do sexo: 'Qual você disse que era o seu nome
mesmo?'
4. Como irritar um pisciano:
Diga para agarrarem-se a si mesmos e esquecerem-se dos outros. Marque encontro
com eles em locais brilhantes, barulhentos, superpovoados, como o metrô da Sé.
Deixe-os falando sem parar e no fim diga que não entendeu nada.
5. Como o pisciano reza antes de dormir:'Pai Celestial, enquanto eu me preparo para consumir este último quinto de
scotch para esquecer minha dor e meu sofrimento, possa minha embriaguez servir
para aumentar sua Honra e Glória. '
6. Por que o pisciano atravessou a rua?Que rua? Ih, é...
7. Você foi assaltado e o pisciano....
'Toma esse amuleto, guarda com você... Protege contra assaltos.. '
8. Adesivo para o vidro do carro do pisciano:
'Não me siga. Também não me lembro pra onde eu estava indo'
9. Quantos piscianos são necessários para trocar uma lâmpada?O quê? A luz está apagada?
fonte: Mauricio Januario via e-mail. Fonte originária desconhecida.

7 de dez de 2011

Comemorações dos 20 anos do Teatro da Vertigem têm início com lançamento do livro “A Gênese da Vertigem”, de Antonio Araújo - SP

clique na imagem para ampliar
Dando início às comemorações dos 20 anos do TEATRO DA VERTIGEM, o diretor artístico do grupo, Antonio Araújo, lança o livro “A Gênese da Vertigem – O processo de criação de O Paraíso Perdido”. O lançamento acontece na Livraria da Vila (Alameda Lorena, 1731 – piso térreo) no dia 12 de dezembro de 2011, das 19h às 22h. A publicação integra a coleção Estudos da editora Perspectiva.

Antonio Araújo, além de diretor artístico do Teatro da Vertigem, também é um dos idealizadores da companhia, e, relata nesta obra, todo o processo de criação de O Paraíso Perdido, espetáculo inaugural do repertório do grupo, encenado pela primeira vez em 1992, na igreja de Santa Ifigênia, em São Paulo. O livro descortina o fascinante making of deste que hoje é reconhecido como um marco da cena contemporânea brasileira. O Teatro da Vertigem tornou-se um representante indiscutível do teatro de grupo dentro do cenário nacional ao personalizar um processo de criação árduo e coletivo, e, por outro lado, incorporar o ambiente urbano, fazendo de edifícios e paisagens icônicas da cidade palco de seus espetáculos. “A Genese da Vertigem” é divido em sete tópicos: “Gênesis”, “Em Busca do Artista-Pesquisador”, “O Diálogo Arte/ciência: a Mecânica Clássica em Cena”, “O Depoimento Pessoal: Visões do Paraíso e Memória da Queda”, “O Processo Colaborativo: da Física à Metafísica”, “A Re-significação do Espaço: Igreja, Teatro e Cidade” e “Êxodo”.

“O objetivo desse trabalho é o estudo de um processo de criação, pela ótica de um criador, com todas as implicações advindas de tal olhar. Descritivo e crítico, esse livro pretende captar, antes de tudo, o movimento e a transitoriedade de uma obra em gestação. Os fluxos e refluxos de um processo sempre inconcluso, incerto, tateante, que envolve experimentações dramatúrgicas, interpretativas e cênicas rumo à criação de um espetáculo, O Paraíso Perdido, e se constituiu na primeira parte de uma trilogia bíblica, embora não tivesse sido pensado, de início, nessa forma tríade”, reflete Antônio Araújo no livro.

Kil Abreu, pesquisador e crítico de teatro, afirma que “Em ‘A Gênese da Vertigem’, o autor elucida o princípio de colaboratividade à forma da escrita. Há no livro a convocação das vozes dos parceiros e parceiras, que têm no livro um novo espaço de intervenção. Ao reconstituir esse debate durante o processo de criação do espetáculo, guiado pelo sentimento de uma nova ação criativa, Antônio Araújo faz mais que um registro: interpreta criticamente, lança hipóteses sobre o que teria motivado aquela experiência e a extensão dela nos anos seguintes”.

A estudiosa e pesquisadora de crítica genética e professora da PUC-SP escreve no prefácio do livro: “Antonio Araújo responde a muitas perguntas que me fazem, como, por exemplo, o que é o artista olhar para o próprio processo? Algumas pessoas fazem tal questionamento como se me pedissem uma espécie de autorização: o artista pode estudar seu próprio processo? Ao definir a metodologia de sua pesquisa, ele se coloca de modo bastante cauteloso nesta perspectiva de análise, quanto à organização dos documentos e até mesmo ao desenvolvimento de uma dissertação sob essa perspectiva. Comenta, também, a busca pelo tom da pesquisa que evitasse a glamorização do trabalho do artista”.

Lançamento

“A Gênese da Vertigem – O processo de criação de Paraíso Perdido”, de Antonio Araújo”

Dia: 12 de dezembro de 2011, das 19h às 22h

Local: Livraria da Vila – Alameda Lorena, 1731, piso térreo.

Tel: (11) 3062- 1063

Editora: Perspectiva

Preço: R$ 48,00

Número de páginas: 272

fonte: Canal Aberto

TERRA LUME 2012 INCLUI SIMPÓSIO INTERNACIONAL SOBRE PRODUÇÃO TEATRAL CONTEMPORÂNEA

clique na imagem para ampliar
fonte: Lume Teatro

29 de out de 2011

Companhia Brasileira de Teatro leva premiado espetáculo "Vida" à São Luis - MA


A Companhia Brasileira de Teatro está em turnê pelo Nordeste, passando por quatro capitais – João Pessoa, Campina Grande, São Luís e Fortaleza. O grupo, sediado em Curitiba, traz duas montagens: “Vida”, premiada em várias regiões do país, e também “Descartes com Lentes”, que nasceu do processo de trabalho da primeira.

“Vida” foi eleito como o melhor espetáculo de Teatro do país em 2010 pelo prêmio Bravo! Bradesco Prime de Cultura. Também conquistou cinco prêmios no Troféu Gralha Azul, do teatro paranaense.

A Companhia apresentará nos dias 04 e 05 de novembro às 20h, no Teatro Alcione Nazareth em São Luis/MA, o espetáculo “Vida” e no dia 05 de novembro às 18h o solo – “Descartes com Lentes”.

“Vida” é o resultado de um longo e profundo período de pesquisas sobre a obra do poeta curitibano Paulo Leminski. A peça não é a adaptação de uma obra literária, mas sim um texto original escrito a partir da experiência de leitura e de convivência criativa com os textos do autor e suas referências.

Não existe no texto a citação de um único poema na íntegra, mas a essência da obra de Leminski -- viva e pulsante.

Criada por André Abujamra, a trilha sonora promove o encontro de várias referências, em sintonia com o espírito de toda a obra. O jazz de Etta James encontra confluência em ritmos do leste europeu, revelando mais uma vez o universo plural de referências que se admite colher, essência leminskiana latente.

SINOPSE: Exilados numa cidade imaginária, dois homens e duas mulheres fazem parte de uma banda que ensaia para uma apresentação comemorativa do jubileu da cidade. Fechados numa sala vazia, convivem entre si e revelam comportamentos, relações, conflitos e histórias. Erupções de suas vidas prosaicas, repletas de humor, sensibilidade e um sentido de transformação.

Ficha Técnica
Texto e Direção: Marcio Abreu
Dramaturgia: Giovana Soar, Marcio Abreu e Nadja Naira
Elenco: Giovana Soar, Nadja Naira, Ranieri Gonzalez e Rodrigo Ferrarini
Músico: Gustavo Proença
Trilha sonora: André Abujamra
Direção Vocal de Texto: Babaya
Cenário e Figurino: Fernando Marés
Iluminação: Nadja Naira
Operação de luz: Erica Mityko
Arte Gráfica: Solda
Design Gráfico: Adriana Alegria
Tradução dos textos: Anna Podlesna Guarize, Irina Starostina e Giovana Soar
Diretora de Produção: Giovana Soar
Produção Executiva: Cássia Damasceno
Assistente de produção: Nina Ribas
Produtor local (São Luis): Wagner Heineck
Contra-regra: Rodrigo Hayalla/ Jardel Romão
clique na imagem para ampliar


SERVIÇO:
Espetáculo Teatral: “Vida”
Realização: Companhia Brasileira de Teatro (Curitiba/PR)
Dias 04 e 05 de novembro às 20h
Teatro Alcione Nazareth – Centro de Criatividade Odylo Costa Filho
Rua Rampa do Comércio, 200 – Praia Grande - São Luis/MA
Tel: (98) 3218-9933
Ingresso R$15,00 (inteira)/ R$7,50 (meia) idosos, estudantes, funcionários Petrobras
Duração: 1h55 minutos Classificação: 14 anos


DESCARTES COM LENTES
No texto Descartes com Lentes, Leminski imagina uma hipotética vinda do filósofo francês René Descartes ao Brasil, a convite do conde Maurício de Nassau. Junto com sua comitiva, repleta de cientistas, naturalistas, desenhistas e pintores, Descartes tenta desvendar e descrever as excentricidades e belezas do país tropical, ou seja, procura filosofar sobre o Brasil e o modo de vida do seu povo. Escrito em meados da década de 60, o texto é considerado o embrião gerador de Catatau, a obra mítica do poeta curitibano. O exercício cênico é interpretado pela atriz Nadja Naira e com a direção de
Marcio Abreu, diretor artístico e um dos criadores da Companhia.

SERVIÇO:
Solo Teatral: “Descartes com lentes”
Realização: Companhia Brasileira de Teatro (Curitiba/PR)
Dia 05 de novembro às 18h
Teatro Alcione Nazareth – Centro de Criatividade Odylo Costa Filho
Rua Rampa do Comércio, 200 – Praia Grande - São Luis/MA
Tel: (98) 3218-9933
GRÁTIS (Retirar senha 30 minutos antes do espetáculo)
Classificação: 14 anos

28 de set de 2011

Companhia Brasileira de Teatro em cartaz no SESC Consolação - SP

clique na imagem para ampliar
texto
Ivan Viripaev

direção
Marcio Abreu
elenco
Rodrigo Bolzan
Patrícia Kamis
músicos
Gabriel Schwartz/ Miro Dottori
(em alternância)
fonte: companhia brasileira de teatro

27 de set de 2011

Banda Coletivo Gororoba no Odeon Sabor e Arte - MA

clique na imagem para ampliar
O que te alimenta? Banda Coletivo Gororoba no bar e restaurante Odeon Sabor e Arte, no espetáculo À Moda da Casa. A apresentação que acontece na sexta-feira (30/09) segue a pós-moderna tradição do Coletivo Gororoba de misturar linguagens, artistas e temáticas diversas dentro de uma proposta dialogal.

Nessa ocasião estarão na linha de frente junto com O Coletivo a fotógrafa e videoasta Carolina Libério nas projeções de imagens digitais; o malabarista Neto na interação circense com o espaço; o perfomer Donny no tecido acrobático; e as percussionistas e DJs As Infernandas (Fernanda Preta e Fernanda Branca) na discotecagem da noite. O show do Coletivo Gororoba contará também com a participação especial do ator e compositor Lauande Aires e da cantora e mestre cuca Ellen Corrêa.

O espetáculo À Moda da Casa apresenta o show Circo e... Cadê o Pão? Do Coletivo Gororoba.

Esse show passará por temáticas de grande relevância aos compositores do grupo como as coisas lúdicas da vida tal qual o circo; o cotidiano das cidades e das pessoas; as micropolíticas que urgem à boca da noite; e o prazer advindo da sensualidade, da comida e do sexo.


SERVIÇO:

Espétáculo Coletivo Gororoba - À moda da Casa

Local: Odeon Sabor e Arte (Rua da Palma, 217, Praia Grande. São Luís-MA)

Dia: 30 de setembro de 2011

Ingressos: 15 reais. Até as 22h: 10 reais. Meia para estudantes.
fonte: Cris Campos

15 de set de 2011

Mostra Coletiva de Artes "POROROCA" agita São Luis - MA

clique na imagem para ampliar

fonte: Ghuga Távora

Leitura Dramatizada faz reflexão sobre ataques homofóbicos ocorridos em São Paulo - SP

MASP recebe a leitura dramatizada de "Contramão" de Lucianno Maza no projeto Letras Em Cena
Autor criou texto para refletir sobre os ataques homofóbicos que acontecem na região da Avenida Paulista
Dentre os vários atores que farão a leitura estão Debora Duboc, Gustavo Haddad

A partir dos recentes e trágicos ataques homofóbicos na moderna e rica região da Avenida Paulista, em São Paulo, o dramaturgo Lucianno Maza acreditou ser urgente a reflexão sobre essa realidade e pesquisou sobre a homossexualidade hoje no Brasil, os grupos homofóbicos de skinheads e neo-nazifascistas, sua formação e pensamento. O resultado dessa pesquisa poderá ser visto na leitura dramatizada de seu novo texto: “Contramão”, que será apresentada na próxima segunda-feira, dia 19 de Setembro, às 19h30, no Grande Auditório do MASP, na própria Avenida Paulista. A apresentação faz parte da programação do projeto Letras Em Cena. No elenco da leitura estarão grandes atrizes e jovens atores do teatro paulistano: Débora Duboc, Gustavo Haddad, Rosaly Papadopol, Fábio Lucindo, Haroldo Ferrari, Fábio Rhoden, Davi Kinski, Fernão Lacerda, Fernando Fecchio, Verlaine Pretto, Javert Monteiro e Thiago de Rogatis.

A avenida Paulista e a homofobia:

A avenida mais famosa do país, onde acontece uma das maiores paradas gays do mundo, também serve de triste cenário para tragédias envolvendo homossexuais agredidos por homofóbicos. Em novembro de 2010, dois jovens foram brutalmente espancados por um grupo de cinco adolescentes. O motivo? Foram identificados pelos garotos como um suposto casal homossexual. Durante a agressão, os homofóbicos utilizaram uma lâmpada fluorescente em formato de bastão, provocando cortes graves em um deles. Quarteirões antes, naquela noite, os mesmos rapazes já tinham feito outra vítima. O que se percebe é que, em ambas as ações, a intenção era matar. Hoje, os suspeitos do crime (quatro deles menores de idade) se encontram em liberdade. Na época, o delegado do caso afirmou: "Foi uma agressão sem sentido de quem não aceita quem é diferente". No entanto, a não criminalização da homofobia impede o agravamento dos crimes e consequente penas mais duras. Só no período entre novembro de 2010 e setembro de 2011, cerca de seis ataques (porque nem todos são notificados à Polícia) motivados por homofobia ocorreram na região da Avenida Paulista.

Contramão:

“Contramão” começa com o encontro e envolvimento romântico de dois jovens homossexuais em um clube noturno. A caminho de casa, em uma grande avenida, o casal tem sua história interrompida por quatro rapazes homofóbicos, que os agridem cruelmente até a morte e fogem. O que o grupo não esperava é que um dos dois, justamente o mais frágil fisicamente, sobrevivesse. A partir daí, é mostrada a obstinada luta da mãe deste jovem por justiça, além do empenho pessoal na sua recuperação física e psicológica. A vida caminha até que os destinos deles se cruzam novamente.

O autor Lucianno Maza:

Jovem autor, diretor e crítico de teatro, o carioca Lucianno Maza tem despontado como um dos mais promissores dramaturgos da nova geração. Escreveu quinze peças, das quais seis foram encenadas nas cidades do Rio de Janeiro e São Paulo. Parte de sua obra está reunida em volume solo da Coleção Primeiras Obras da Imprensa Oficial, indicada ao Prêmio Jabuti de Literatura 2010. Dirigiu também montagens de textos de Gabriela Mellão e Fernando Ceylão, além de inúmeras leituras dramatizadas. Como crítico, é editor do site Caderno Teatral.

O projeto Letras Em Cena:

O Letras Em Cena é um projeto de leitura de textos de peças teatrais, poesia, carta, ensaio, contos. Foi criado em 2006 por Clóvys Tôrres e Marina Mesquita e tem a palavra com foco. Seu grande objetivo é promover encontros agradáveis e descontraídos entre autores, atores, atrizes, poetas, produtores, diretores e o público. Em cinco anos de existência (2006 - 2007 - 2008 - 2009 - 2010) realizou aproximadamente 200 leituras, reuniu cerca de dois mil artistas e um público médio de 200 pessoas por evento. Foram quase 40 encontros em cada ano, promovendo o hábito da leitura em novas plateias (estudantes, grupos de idosos, grupos de alfabetização, estudantes de artes dramáticas e o público em geral) que têm a oportunidade de participar gratuitamente deste evento ao lado de grandes nomes da cultura brasileira e também a possibilidade de conhecer novos autores e seus trabalhos. O projeto revela o primeiro processo de uma montagem teatral: a leitura de mesa, o momento em que começam os entendimentos sobre o txto, autor, período histórico, importância da obra, entre outros.

Serviço:

Letras Em Cena apresenta
"Contramão" (leitura dramatizada)
Texto e direção: Lucianno Maza
Com Debora Duboc, Gustavo Haddad, Rosaly Papadopol, Fábio Lucindo, Haroldo Ferrari, Fábio Rhoden, Fernando Fecchio, Fernão Lacerda, Javert Monteiro, Thiago de Rogatis e Verlaine Pretto
Única apresentação: 19 de Setembro de 2011, segunda-feira, às 19h30.
MASP - Grande Auditório
Avenida Paulista, 1578 - Cerqueira César - São Paulo - SP; (11) 3251-5644
Recomendação etária: 14 anos
Lotação: 374 lugares
fonte: canal aberto

8 de set de 2011

A BANDA TRANSFUSÃO MENTAL VOLTA AOS PALCOS - MA

clique na imagem para ampliar
A Banda formada nos idos de 2.004 está de volta aos palcos de São Luís. Sua reestréia acontecerá no próximo dia 10/09, sábado, no Bar Odeon Sabor e Arte, na Praia Grande.

A banda formada por Tony Xaruto (Teclados/efeitos) e J. Fares ( Bateria), teve ainda na sua primeira formação o músico Walter Wo (Teclados/efeitos), que aprovado na faculdade de música da UFPA , se mudou, em 2007, para Belém-PA. Com essa primeira formação fizeram uma série de shows na extinta Livraria e Café Albatroz, no extinto PUB da Praia Grande e nos conhecidos Bar do Porto e Bar do Nelson. Em 2006 apresentaram-se no Red Bar, em Belém-PA, e encerraram suas aparições em 2007.

Eis que agora a Transfusão Mental atinge a sua segunda geração com a chegada de Ricardo Jansen (baixo) e Júnior Senna (guitarra) ambos ex integrantes, dentre outras bandas, da saudosa banda de reggae Mystical Roots .

Com uma identidade sonora acentuada, a TRANSFUSÃO MENTAL vem ao longo desse tempo trabalhando numa mistura rítmica marcante e inventiva, que apenas aqueles que assistem a seus Shows podem dizer. Quem já teve a oportunidade de escutar antigos sons instrumentais da primeira geração, agora tocados pela segunda, assim como os novos sons de letras fortes e mistura de ritmos, observa uma evolução técnica e sonora no som da banda.

Saber que existe em São Luis uma banda de intensa criatividade e interessante mistura rítmica, com fusões de rock progressivo-regional, pop-rock, techno, acid funk, bumba-boi, coco-baião, samba, reggae, jazz, dentre outros, nos reafirma que aqui, em São Luis, também se faz música alternativa e experimentalismos do regional com o dito universal. Portanto, se prepare, TRANSFUSÃO MENTAL está de volta, desta feita, quem sabe, para vôo mais demorado. Vá e confira!

Serviço:
Banda Transfusão Mental
Integrantes: Tony Xaruto (Teclados/efeitos), Júnior Senna (Guitarra), Ricardo Jansen (Baixo) e J. Fares (Bateria/Voz)
Dia 10 de Setembro (Sábado) ás 22h
Local: Bar Odeon Sabor e Arte (Rua da Palma, 217 - Praia Grande – São Luis)

12 de ago de 2011

SESC MARANHÃO PROMOVE MOSTRA DE ARTES DA REGIÃO AMAZÔNICA

SESC AMAZÔNIA DAS ARTE 2011
O mês de agosto chegou e trouxe consigo mais um mega projeto à São Luis: o SESC Amazônia das Artes. Será quase um mês inteiro dedicado a música, a dança e ao teatro. A abertura acontece no dia 11 às 18h30, com a exposição artística intitulada “Controle” de Cláudio Montanari, na Galeria de artes do SESC.

O projeto SESC Amazônia Legal tem o objetivo de valorizar por meio de intercâmbio e integração ao circuito interestadual, propagando a circulação de trabalhos artísticos, shows musicais e teatrais dos estados que compõe o projeto. Dentre as regiões estão Tocantins, Amapá, Acre, Pará, Roraima, Rondônia, Mato Grosso e Maranhão.

Programação

Exposição Artística “Controle” – Cláudio Montanari (TO)
Instalação do artista plástico Cláudio Montanari de Tocantins, tendo o papelão como suporte principal e utilizando imagens recolhidas na internet trabalhadas através da serigrafia, com o objetivo de despertar no público, questionamentos em relação às informações veiculadas nos meios de comunicação de massa.
Abertura: 11 de agosto das 18h às 21h (bate papo com o artista)
Período de visitação: 12 a 30 de agosto
Local: Galeria de Arte SESC
Horário: 8h30min às 17h30min

Exposição Artística “Dentro da Mata” – Miguel Penha (MT)
Exposição do artista mato-grossense Miguel Penha que com sua técnica apurada apresenta a beleza e paz inerentes ao espaço amazônico com riqueza de detalhes, objetivando conduzir o público para dentro da mata.
Período: 04 a 30 de novembro
Local: Galeria de Arte SESC
Horário de visitação: 8h30min às 17h30min

12/08
Show Musical “Batida Brasileira” – Euterpe (RR)
Show Musical com a cantora roraimense Euterpe apresentando seu primeiro CD, “Batida Brasileira”, com uma mistura multicultural e muita originalidade. Euterpe vem mostrar a música popular brasileira que é produzida no norte do país
Dia: 12 de agosto
Local: Teatro João do Vale
Horário: 19h
Classificação: livre / Duração: 1h15min

13/08
Espetáculo Teatral “O Miolo da Estória” – Santa Ignorância Cia de Artes (MA)
Monólogo teatral com o ator, diretor, dramaturgo e músico, Lauande Aires, que conta a história de um brincante (miolo) de um grupo de bumba meu boi que sonha em ser cantador despertando no público o senso crítico e provocando questionamentos acerca dessa manifestação tão popular no Maranhão.
Dia: 13 de agosto
Local: Teatro João do Vale
Horário: 19h
Classificação: 12 anos / Duração: 55min

14/08
Show Musical “Doces Bárbaros” – Grupo 4 Cantus (MT)
Show musical com o grupo vocal mato-grossense “4 Cantus” inspirados no show original ‘Os Doces Bárbaros’ de 1976 com o objetivo de homenagear os 35 anos deste show que foi um marco na historia da MPB.
Dia: 14 de agosto
Local: Teatro João do Vale
Horário: 18h
Classificação: livre / Duração: 1h20min

15/08
Espetáculo Teatral “Catolé e Caraminguás” – Grupo In Bust Teatro com Bonecos (PA)
Espetáculo de teatro com o grupo “In Bust Teatro com Bonecos” de Belém-PA, que traz em seu roteiro uma adaptação para teatro com bonecos da peça “Os Ciúmes do Pedestre”, ou “O Terrível Capitão do Mato” de Martins Pena resultando em um espetáculo simples, colorido e muito divertido.
Dia: 15 de agosto
Local: Área de Vivência – SESC Deodoro
Horário: 13h
Classificação: livre / Duração: 60min

16/08
Espetáculo de Dança “Safira” - Núcleo Atmosfera - NUA (MA)

Espetáculo de dança contemporânea com o grupo maranhense “Núcleo Atmosfera” em processo de construção, desconstrução e reconstrução de um corpo que deixa de ser sujeito e torna-se objeto, nos possibilitando pensar sobre diferentes ângulos de degradação.
Dia: 16 de agosto
Local: Teatro Arthur Azevedo
Horário: 19h
Classificação: a partir de 15 anos / Duração: 70min

17/08
Espetáculo Teatral “Cordel do Amor sem Fim” – Cia Teatral Cores na Rotunda (AP)

Espetáculo de teatro com a “Cia Teatral Cores na Rotunda” do Amapá que uniu a Comédia Dell Arte e a Literatura de cordel para contar e cantar de forma simples e fantasiosa uma história de amor no melhor estilo da “Quadrilha”, de Carlos Drummond de Andrade.
Dia: 17 de agosto
Local: Teatro João do Vale
Horário: 19h
Classificação: 13 anos / Duração: 1h20min

18/08
Espetáculo Teatral “Comédia Del Acre” – Companhia Visse e Versa de Ação Cênica do Acre (AC)
Espetáculo de teatro com a “Cia. Visse e Versa de Ação Cênica” do Acre que conta a história do teatro mundial através de fragmentos de textos de autores renomados através de um processo de releitura com uma estética voltada para a cultura popular, regado a muita música e movimentos de ritmo frenético.
Dia: 18 de agosto
Local: Cortejo Rua Grande – Praça Deodoro
Horário: 16h
Classificação: livre / Duração: 50min

18/08
Show Musical “Trilhos e Sons” – Grupo Madeira (RO)
Show musical com o grupo rondoniense “Quarteto Madeira” trazendo uma mistura da música brasileira com o jazz numa combinação dos ritmos brasileiros com ricas harmonias e improvisos apresentando temas que transitam pela floresta e pelas águas do rio madeira, além de sentimentos internos do ser humano.
Dia: 18 de agosto
Local: Teatro João do Vale
Horário: 19h
Classificação: livre / Duração: 1h

19/08
Espetáculo de Dança “(Des)Vestidos” – Cia Experimental de Dança Waldete Brito (PA)
Espetáculo de dança contemporânea com a “Cia Experimental de Dança Waldete Brito” do Pará construído a partir da essência do poema ‘O Caso do Vestido’, de Carlos Drummond de Andrade, que torna-se dança a partir da experiência sensorial de ressignificar a narrativa textual em narrativa coreográfica.
Dia: 19 de agosto
Local: Teatro Arthur Azevedo
Horário: 19h
Classificação: livre / Duração: 50min

20/08
Espetáculo Teatral “Desertos” – Cia da Palavra (MA)
Monólogo teatral com a atriz maranhense Flávia Teixeira o qual coloca em discussão as fronteiras entre o teatro e a literatura, abordando a mulher como centro das atenções e explorando seu universo tão vasto e misterioso através da poesia.
Dia: 20 de agosto
Local: Teatro Alcione Nazareth
Horário: 19h
Classificação: a partir de 11 anos / Duração: 50min

20/08
Espetáculo de Dança “Sonoro” – Grupo Corpo de Arte Contemporânea do Amazonas (AM)

Espetáculo de Dança com o Grupo “O corpo de Arte Contemporânea” do Amazonas, que desenvolve um conjunto de performances, interferências, videoarte e videodanças a partir do processo de leitura de obras de arte.
Dia: 20 de agosto
Local: Teatro João do Vale
Horário: 20h
Classificação: livre / Duração: 60min

Informações: 3216-3860 / 3853 - Paula Barros (Técnica de Cultura)
http://www.sescma.com.br

fonte: Sesc Maranhão

ENCONTRO DE ARTISTAS MOVIMENTA CENA ARTÍSTICA DE TIMON - MA

IV ENCONTRO DOS ARTISTAS TIMONENSES

O Grupo Humanitas de Teatro realiza o IV ENCONTRO DOS ARTISTAS TIMONENSES. O Evento acontecerá nos dias 18, 19 e 20 de agosto no Centro de Treinamento Wall Ferraz em Timon-MA. A intenção é fazer com que cada vez mais artistas se aproximem de sua arte através de discussões culturais. A Programação, inteiramente gratuita, conta com FÓRUM DE DEBATES, OFICINAS, PALESTRAS E APRESENTAÇÕES CULTURAIS. Participe!


Garanta sua vaga em alguma área do seu interesse (Palestras, Oficinas e Debates) enviando sua ficha de inscrição para: humanitasteatro@hotmail.com ou fazendo sua inscrição presencial na Avenida Luís Firmino de Sousa, 1243 - São Benedito, Timon-MA. As inscrições por e-mail só serão efetuadas quando o inscrito receber de volta o e-mail de confirmação. Para maiores informações: (86) 8808-0115. Abaixo segue lista de Oficinas, Debates e Palestras.

OFICINAS

Oficina de Corpo
Ministrante: Vítor Sampaio
Nº de vagas: 15
Dia 19/08 (08h00 - 12h00)

Oficina de Concepção de Figurinos
Ministrante: Felipe Alcântar
Nº de vagas: 15
Dia 20/08 (08h00 - 12h00)

Oficina de Técnica Vocal
Ministrante: Eristóteles Pegado
Nº de vagas: 15
Dia 19/08 (08h00 - 12h00)

Oficina de Interpretação
Ministrante: Adriana Campelo
Nº de vagas: 15
Dia 20/08 (08h00 - 12h00)

PALESTRAS

Teatro e Dança uma parceria essencial
Ministrante: Nayara Fabrícia
Dia 19/08 às 15h

A Importância da música no roteiro cinematográfico
Ministrante: Júnior Vasconcelos
Dia 20/08 às 15h

DEBATES

Improvisação Teatral
Ministrante: José Monteiro
Dia 19/08 às 09h00

Os Sentidos Do Corpo
Ministrante: Datan Izaká
Dia 20/08 às 09h00

Produção Cinematográfica
Ministrante: Franklin Pires
Dia 20/08 às 10h30


REVESTRÉS PAI D'EGUA NO ENCONTRO

O Monólogo Revestrés Pai D'egua, encenado por Domingos Tourinho se apresenta dia 18 de agosto no IV ENCONTRO DOS ARTISTAS TIMONENSES. Um monólogo plenamente ambientado no universo Popular, inspirado nas tragicomédias italianas. Misturando várias formas de animação de bonecos enriquecendo e dando um colorido todo especial ao espetáculo. SÃO LUÍS - MA.

O Infantil "DIÁRIO DA BRUXA" do Grupo Proposta de Teatro (TIMON-MA) estará se apresentando no IV ENCONTRO DOS ARTISTAS TIMONENSES. A peça trata de uma Bruxa que perdeu seu Diário que contém a fórmula da juventude.

"LORD GAGA", mais uma atração do evento. Sob a direção de Franklin Pires, a sátira da maior cantora pop do mundo tem atraído grande público por onde passa.
17 MINUTOS ANTES DE VOCÊ
O Espetáculo Teatral "17 MINUTOS ANTES DE VOCÊ", premiado em grande festival de Teatro no Ceará se apresenta no dia 18 de agosto. Com a Dramaturgia Coletiva e interpretação de Júnior Marks e Vitorino Rodrigues.
MEDÉIA IN PROCESS
O Espetáculo "MEDÉIA IN PROCESS" de Camaçari- BA também compõe a grade de Programação do IV ENCONTRO DOS ARTISTAS TIMONESES. O espetáculo "Duo em Tripé" que possui coreografias de Luís Carlos Vale é uma parceria entre o Grupo Humanitas de Teatro e a Organização Ponto de Equilíbrio - OPEQ, e também fará parte da programação da Mostra.


REVELANDO GRIÔS E MESTRES DE PEDRO II

O Documentário "Revelando Griôs e Mestres de Pedro II" será exibido no dia 20 de agosto dentro da programação do IV ENCONTRO DOS ARTISTAS TIMONENSES. O Documentário traz à tona a cultura popular local por meio do registro de relatos orais dos mestres e pessoas idosas do municipio de Pedro II - PI que detém os saberes e fazeres tradicionais. IMPERDÍVEL

A Banda piauiense do momento, PENÉLOPE E OS VIGARISTAS, fará o show de encerramento do IV ENCONTRO DOS ARTISTAS TIMONENSES no dia 20 de agosto. Com um passeio pelos hits dos anos 80 e 90 a Banda promete agradar a gregos e a troianos. Participe!

Este ano o IV ENCONTRO DOS ARTISTAS TIMONENSES tem seu troféu Intitulado de Domingos Tourinho, grande nome do Teatro maranhense.

DOMINGOS TOURINHO: participou de montagens de grupos como o Laborarte, Gangorra e Grita, mas foi no Teatro Experimental Anilense que se desenvolveu como ator. Tourinho foi fundador da Companhia Oficina de Teatro (Coteatro), grupo que deu origem ao Centro de Artes Cênicas do Maranhão (Cacem).


SUZY SOUSA
A Jornalista Suzy Sousa será uma das pessoas agraciadas com o Troféu Domingos Tourinho. O Troféu será entregue para pessoas que ao longo de 2010 tiveram participação significativa dentro do Grupo Humanitas de Teatro, realizador do IV ENCONTRO DOS ARTISTAS TIMONENSES.

Maiores informações no site do IV ENCONTRO DOS ARTISTAS TIMONENSES
fonte: Domingos Tourinho

18 de jul de 2011

Vem aí a 3ª Edição do Lençóis Jazz e Blues Festival - MA

Yamandú Costa (foto de divulgação)

III LENÇÓIS JAZZ E BLUES FESTIVAL

Acontece de 09 a 14 de agosto, próximo, o III Lençóis Jazz e Blues Festival, em São Luis e Barreirinhas. Dentre as atrações do evento, o violinista e compositor Yamandú Costa, a cantora Taryn Szpilman e o saxofonista maranhense Sávio Araújo.

Para conferir a programação clique aqui

Sobre o Festival
Em meio a uma das mais belas paisagens do mundo, o Lençóis Jazz e Blues Festival consolida sua condição pioneira em festivais do gênero, no Maranhão, se estabelece- como um dos mais importantes eventos musicais produzidos na região.

O festival nasceu em 2009, na cidade de Barreirinhas, com a idéia de mostrar ao público o melhor do Jazz e Blues e tornar-se um atrativo a mais para quem visita a exuberância das dunas dos lençóis maranhenses.

A cidade de Barreirinhas é conhecida internacionalmente e visitada por turistas de todas as regiões do mundo. Devido a sua localização privilegiada (260 km da capital São Luis), fácil acesso, com grandes atrativos naturais, excelente infraestrutura entre hotéis, pousadas, resorts e aeroporto, merece, pela sua natureza turística, sediar um festival de música, do porte a que se propõe ser o Lençóis Jazz e Blues Festival, trazendo até este santuário natural, os mais variados ritmos, seguindo a tendência dos grandes festivais do gênero, onde prevalece a diversidade com uma programação bastante eclética, sem esquecer os grandes nomes da música maranhense.

Desde a sua edição inicial o festival preocupa-se em mesclar em seu elenco atrações regionais, nacionais e internacionais.

fonte: Tutuca

Jussara Miller cá entre nós - SP

clique na imagem para ampliar
fonte: Jussara Miller (Salão do Movimento)

Inscrições Abertas para o Prêmio de Literatura do SESC

clique na imagem para ampliar

Abertas inscrições do Prêmio SESC de Literatura

Revelar novos escritores e promover a literatura nacional. Com esse propósito estão abertas até o dia 31 de agosto, as inscrições para edição 2011/2012 do Prêmio SESC de Literatura, que vai premiar textos inéditos nas categorias conto e romance, destinados ao público adulto.

Para efetuar a pré-inscrição o candidato deve acessa o site: www.sesc.com.br/premiosesc
e preencher o formulário com seus respectivos dados. Os concorrentes podem participar com apenas uma obra literária em cada categoria. Os textos devem ser inéditos, ou seja, jamais publicados de forma integral em livrarias ou internet, ainda que estes não possuam número de registro no ISBN — International Standard Book Number.

A ficha de inscrição deverá ser impressa junto com o código verificador, e deverá ser remetida e anexada à obra em envelope lacrado, juntamente com uma cópia do comprovante de residência e a declaração de autenticidade e responsabilidade pelos direitos da obra, (conforme modelo disponível no site).

As pré-inscrições realizadas só serão efetivadas a partir do recebimento das obras pelas unidades do SESC. O candidato poderá ainda, consultar a qualquer momento o sistema para acompanhamento de sua pré-inscrição utilizando seu número de CPF para acesso.

Para participar da Premiação, o candidato deve atentar para o prazo das inscrições que devem ser feitas entre os dias 1º de julho e 31 de agosto. A data do carimbo do correio serve como comprovante de inscrição no prazo estipulado. As obras devem conter entre 130 páginas a 400, se for destinada a categoria de Romance; ou 70 a 200 páginas se para gênero Contos, que serão analisadas por comissões julgadoras compostas por escritores, especialistas em literatura, jornalistas e críticos literários indicados pelo SESC.

O resultado será divulgado em março de 2012. O vencedor de cada categoria terá a sua obra publicada e distribuída comercialmente pela Editora Record, com uma tiragem inicial de 2 mil exemplares. A data da premiação será realizada no Rio de Janeiro, com data prevista para julho de 2012.

fonte: Isoneth Almeida (Sesc-MA)

Cartas de Despejo - SP

clique na imagem para ampliar

Estreia dia 19 de julho de 2011 o espetáculo Cartas de Despejo, dirigido por Roberto Audio, ator integrante do Teatro da Vertigem, grupo conhecido por fazer suas montagens em espaços inusitados, como igrejas, hospitais e outros cenários. Em 2011, a companhia conta com o patrocínio da Petrobras, pela Lei de Incentivo à Cultura do Governo Federal.

Com um trabalho continuado e próximo de seus vinte anos, o Teatro da Vertigem dá início a outras experiências. As questões pedagógicas agora se voltam para dentro da própria companhia onde atores, designer de luz e assistentes experimentam dirigir seus próprios processos a partir da formação de novos núcleos de criação. Concomitantemente, o grupo segue com sua pesquisa para o novo espetáculo Bom Retiro: La Paz, com estreia prevista para novembro desse ano.

Livremente inspirado nos textos de Caio Fernando Abreu e dirigido por Roberto Audio, Cartas de Despejo mostra a relação de duas companheiras que trabalham num salão de beleza. Entre a necessidade de trazerem mais freguesas para o salão e lidarem com a possibilidade de serem as últimas ocupantes de um imóvel, prestes a ser vendido para uma construtora, elas se deparam com sua solitude e se mostram como são.

Serviço
Ficha Técnica:
Texto e Direção: Roberto Audio
Atores - Luciana Schwinden - Gladys / Mawusi Tulani - Liége / Manuela Ramalho - Solidão / Diego Torraca - Floricultor
Assistente de Direção - Eliana Monteiro
Dramaturgismo - Antonio Duran
Desenho de Luz - Guilherme Bonfanti / Assistente de Luz - Grissel Piguillem
Cenografia - Amanda Antunes
Sonoplastia - Miguel Caldas
Figurinos - Luciana Schwinden
Fotografia - Nelson Kao
Produção Executiva - Stella Marini / Assistente de Produção - Iza Marie Miceli
Direção de Produção - Teatro da Vertigem e Henrique Mariano
Desenho Gráfico - Vânia Medeiros
Assessoria de Imprensa - Márcia Marques - Canal Aberto

Cartas de Despejo
Realização Teatro da Vertigem. Direção Roberto Audio
19 a 22 de julho - terça a sexta, 21horas
23 e 24 de julho - sábado e domingo 19h e 21h
Grátis – retirar senha uma hora antes - Recomendação 16 anos
Sede do Teatro da Vertigem - Rua Treze de Maio, 240 - 1º andar, Bela Vista, São Paulo
Fone: 11 3255 2713 – Entrada Franca – retirar senha uma hora antes
Lotação: 50 lugares
Patrocínio do grupo: Petrobras

fonte: Canal Aberto

7 de jul de 2011

VIAGEM DE ESTUDO E PESQUISA À SERRA DA CAPIVARA, VIRA MOSTRA CIENTÍFICO-ARTÍSTICA NO CAMPUS DE CODÓ-UFMA NO MARANHÃO - MA

A Universidade Federal do Maranhão – UFMA proporcionou a professores e alunos do Campus VII de Codó, uma viagem ao Parque Nacional da Serra da Capivara, localizado na cidade de São Raimundo Nonato no Piauí.

O Projeto denominado “Homem Americano - Viagem de Estudo e Pesquisa” de autoria e coordenação do Prof. Dr. José Carlos Aragão Silva e da Profa. Ma. Cristiane Dias Martins da Costa acabou envolvendo todos os professores e cerca de 120 dos 150 alunos das Licenciaturas em Ciências Humanas, Ciências Naturais e Informática do Campus de Codó.

A viagem, realizada no período de 30 de junho a 03 de julho de 2011, contou ainda, com uma passagem pela cidade histórica de Oeiras, primeira capital do Piauí.

A escolha desse roteiro para atividades de estudo e pesquisa deveu-se à importância do Parque Nacional da Serra da Capivara para a história da humanidade a partir das descobertas acerca do homem americano no Piauí na década de 1970. Inegavelmente, trata-se, hoje, de uma das mais importantes áreas de estudos históricos, antropológicos, arqueológicos (esse, objeto de elevado destaque), entre outras. Além dos valores acadêmicos, existem ainda aqueles ligados ao turismo, a conservação do meio-ambiente e a preservação dos sítios arqueológicos, quanto dos vestígios da existência humana na região. No que concerne à cidade de Oeiras, dois fatores foram importantes: o primeiro é o seu valor histórico e arquitetônico enquanto um patrimônio do estado do Piauí. O segundo deve-se a oportunidade propiciada pela ida a Serra da Capivara, cujo trajeto rodoviário passa por Oeiras. Desse modo, passar por uma cidade de elevado valor histórico sem investigar seus monumentos e belezas naturais seria negligenciá-la. Por outro lado seria, também, negar aos nossos discentes tais privilégios de uma visita a essa cidade do período colonial.

A visita ao Parque Nacional da Serra da Capivara, nesse sentido, atingiu objetivos mais amplos que perspassaram o estudo e a pesquisa, oportunizando nossos discentes e docentes a observação e interpretação de realidades múltiplas a partir dos vestígios deixados por nossos antepassados. Alguns depoimentos de alunos:

“Eu nunca vou esquecer esse momento.” - Jane Sousa (aluna da Licenciatura em Ciências Humanas)

“Foi mais do que uma viagem, foi um momento de integração entre todos os alunos e professores da Universidade. Quero congratular a todos os professores pela oportunidade que nos proporcionaram.” – Lanylldo Araujo dos Santos (aluno da Licenciatura em Informática)

“Agora não existem mais cursos separados. Antes, a turma de Ciências Humanas olhava a turma de Informática com um olhar e a de Ciências Naturais com outro e vice-versa, agora somos uma Universidade Integrada.” – Cristiano Pinheiro Silva (aluno da Licenciatura em Ciências Humanas)

“A Grandeza de Deus transmitida em forma de natureza“ – Adnaldo Gomes Leão (aluno da Licenciatura em Ciências Naturais)
A viagem causou mais do que um estudo ou pesquisa, mas também a vontade de expressão e de compartilhamento de cada experiência pessoal, culminando assim, com a proposta de apresentação de uma Mostra, aberta a toda a comunidade, como finalização do Projeto e encerramento do semestre.

A MOSTRA CIENTÍFICO-ARTÍSTICA “PROJETO HOMEM AMERICANO” contará com instalações multimídias com imagens colhidas pelos alunos, divididos nos seguintes segmentos: História, Aspectos Geológicos e Geomorfológicos /Bioma da Caatinga, Sociologia, Métodos de datação, Construção da escrita, Construção Social da Mídia, além de um Vídeo-Documentário e Performance dirigida pelo Ator Teatral, Wagner Heineck.

O evento fará parte da programação do ARRAIAL UNIVERSITÁRIO, que além de ter atrações da cultura popular contará com barracas de bebidas e comidas típicas, e arrecadará fundos para a formatura dos alunos.

Serviço:
MOSTRA CIENTÍFICO-ARTÍSTICA “PROJETO HOMEM AMERICANO”
Instalações multimídias, Contação de histórias e Performance teatral.
das 19h às 21h

ARRAIAL UNIVERSITÁRIO
Dança de Quadrilha, Bumba meu boi, Forró pé-de-serra, comidas e bebidas típicas.
a partir das 19h

Dia 13/07/2011
Local: UFMA - CAMPUS VII – CODÓ – MA
Av. Dr. José Anselmo, 2008 – Bairro São Benedito
Tel. (99) 3661-2340


fonte: Campus Codó - UFMA

16 de jun de 2011

SESC Maranhão apresenta dois espetáculo do premiado Grupo de Teatro Moitárá (RJ) a São Luis - MA

clique na imagem para ampliar


PROJETO PALCO GIRATÓRIO apresenta o espetáculo "Acorda Zé, a comadre tá de pé" com o Grupo Moitará, do Rio de Janeiro, no dia 16 de junho, às 20h, no Teatro Arthur Azevedo. Ingressos gratuitos com retirada na bilheteria do teatro 1h antes da apresentação.


clique na imagem para ampliar


PROJETO PALCO GIRATÓRIO apresenta o espetáculo "Quiprocó" com o Grupo Moitará, do Rio de Janeiro, no dia 17 de junho, às 19h, no Teatro Alcione Nazareth. Ingressos gratuitos com retirada na bilheteria do teatro 1h antes da apresentação.


fonte: Sesc Deoodoro

15 de jun de 2011

PASSEATA: SÃO LUIS 400 ANOS. COMEMORAR O QUE?




É HORA DE IR PARA A RUA EXIGIR POR UMA CIDADE/ESTADO MELHOR!
PS: VÁ DE PRETO EM SINAL DE LUTO!
PASSEATA 16 DE JUNHO DE 2011 - QUINTA FEIRA
...
SÃO LUÍS, 400 ANOS, COMEMORAR O QUÊ?



CAROS MEMBROS DAS “REDES SOCIAIS”, FAREMOS UMA PASSEATA QUINTA-FEIRA DIA 16 DE JUNHO DE 2011, COM CONCENTRAÇÃO AS 15:00 NA PRAÇA JOÃO LISBOA E DE LÁ, NOS DESLOCAREMOS PARA O PALÁCIO DO GOVERNO ESTADUAL E MUNICIPAL ONDE, PROTOCOLAREMOS UM DOCUMENTO DE INTENÇÕES EM DEFESA DA CIDADE DE SÃO LUÍS E DOS SEUS 400 ANOS.

A presença de todos é muito importante, pois retratará o sentimento frustrado da sociedade Ludovicense diante de tanto descaso com a Ilha do Amor!

Leve sua inconformação e sua reinvidicação também.

1º Revitalização do Centro Histórico de São Luís;

2º Revitalização e despoluição da Lagoa da Jansen;

3º Revitalização do aterro do Bacanga, implantando naquele lugar um complexo esportivo Cultural.

4º Revitalização da snossas principais Praças Esportivas: Castelão e Costa Rodrigues

5º Revitalização e construção de tratamento de esgoto: Nossas praias (todas), estão poluídas, bem como nosso lençol freático e quase todos os rios que nascem na ilha de São Luís. 9 (nove) milhões de litros/dia, são Lançados em São Luís In Natura;

6º Implantação de reciclagem de lixo e coleta seletiva de Lixo também;

7º Segurança Pública já. Temos (1) um policial para (800) oitocentos habitantes, a média Nacional é de (1) um policial para (400) quatrocentos habitantes e a recomendação internacional é de (1) um policial para 250(duzentos e cinquenta) habitantes. “Se correr o bicho pega, se ficar o bicho come”;

8º Revitalização do “FORTE DE SÃO LUÍS” – a Obra está parada desde 2004;

9º Revitalização da malha viária – os buracos estão insuportáveis;

10 º Saúde Pública eficiente: Onde estão os 72 Hospitais

11º Revitalização do Memorial Bandeira Tribuzi;

12º Transporte Público Eficiente

13º Onde anda o MINISTÉRIO PÚBLICO DO MARANHÃO diante de tantos problemas??



MANIFESTO DA REDE DE ARTES CÊNICAS DO MARANHÃO


Nós, artistas da Rede Maranhense de Artes Cênicas (Dança, Circo, Mímica e Teatro) e música, em articulação Virtual e Presencial, vimos manifestar o nosso REPÚDIO às atuais administrações públicas Municipal e Estadual, referente ao tratamento dado aos artistas, grupos, produtores (as) e gestores (as) culturais do Estado do maranhão e do Município de São Luís.

Exigimos a imediata efetivação das propostas e diretrizes oriundas das Conferências de Cultura nos âmbitos Municipais e Estadual, tendo em vista que as propostas da Conferência Nacional integram o Plano Nacional de Cultura, aprovado no Congresso Nacional e promulgado pela Presidência da República.
No âmbito Nacional, exigimos a aprovação da Proposta de Emenda Constitucional 150/2003 em tramitação na Câmara dos Deputados, que estabelece piso mínimo de 2% do orçamento da União; 1,5% do orçamento estadual e 1% do orçamento municipal para Cultura.

No âmbito Estadual, exigimos a imediata regulamentação da lei 9.812/2008, de 28 de dezembro de 2008, que consolida o Sistema de Gestão e de Incentivo à Cultura do Estado do Maranhão; a imediata convocação para eleição do Conselho Estadual de Cultura e adesão Estadual ao Sistema Nacional de Cultura.

No âmbito Municipal, exigimos o funcionamento do Sistema Municipal – Conselho de Cultura, Fundo Municipal de Cultura (Lei nº 4873/2007 e Lei de Incentivo a Cultura nº 3700/1998).

Visto que, até o momento não houve interesse dos gestores Estadual e Municipal em articular as políticas para o funcionamento dos respectivos Sistemas de Cultura. Nós, Trabalhadore(a)s da cultura, que contribuímos com nossos esforços, impostos e sensibilidade para o desenvolvimento cultural do Maranhão e do Município de São Luís, exigimos dos governos planejamento estratégico, diálogo permanente e continuidade nas políticas públicas de Estado para a cultura.
São Luís nos seus 400 anos merece mais, merece RESPEITO com ações dignas do seu passado Artistíco e Cultural.

Viva Maria Firmina! Viva Apolônia Pinto!! Viva Maria Aragão! Viva Arthur Azevedo! Viva Gerô! Viva Nelson Brito! Viva Dona Celeste! Viva Nonato Pudim! Viva Bandeira Tribuzi! Viva Preto Ghóez! Viva Negro Cosme!

Porque todos eles também lutaram.



Qualquer dúvida e sugestão, para passeata, basta entrar em contato,

FÁBIO HENRIQUE
8812 9193 OU 8143 4593

26 de abr de 2011

Atividades Formativas do Festival Palco Giratório 2011 – Porto Alegre - RS

Atividades Formativas do Festival Palco Giratório 2011.
Oficinas, palestras e seminários com diversas propostas para os envolvidos com teatro





ATIVIDADES FORMATIVAS

Conferência com Fernando Arrabal (Espanha) ou O Homem sem raízes criou asas
Mediação de Wilson Coelho (ES)

O dramaturgo discorrerá sobre sua trajetória no teatro, na literatura e no cinema, onde a vida e a obra se entrelaçam, desde seu nascimento em Melilla (África), a passagem pela Espanha e sua chegada na França, a participação no movimento surrealista, criação do movimento pânico com Roland Torpor e Alejandro Jodorowsky, bem como sua relação Breton, Dali, Sartre, Duchamp, Beckett e tantos outros que fizeram a história da metade do século vinte até os dias de hoje.




DA REALIDADE AO ABSURDO: UM CAMINHO PARA TAR: Wilson Coêlho, dramaturgo e pesquisador de teatro, fará um debate sobre a relação entre o teatro chamado absurdo e o que entendemos por realidade, a partir da obra de Fernando Arrabal e, em especial, “Fando e Lis” e “Cemitério de Automóveis”, peças traduzidas e dirigidas por ele e, recentemente, montadas com o Grupo Tarahumaras. Nessa conversa, Wilson Coelho pretende também questionar e convidar à reflexão sobre a
busca de um novo tipo de ator para a dramaturgia de Fernando Arrabal.

01/05
Local: Teatro Sesc Centro
Horário: 19h
· Retirada de senhas a partir de 20/04 no Sesc Centro com a Cultura



Demonstração de trabalho: Os estudos clássicos da Biomecânica Teatral de Meyerhold
Ministrante: Gennadi Bogdanov (Rússia)

Demonstração dos estudos clássicos da Biomecânica teatral de Meyerhold; Os princípios biomecânicos da construção da ação; Apresentação de fragmento da peça “Esperando Godot, de Becket, construído sobre a base da Biomecânica de Meyerhold.

Gennadi Bogdanov formou-se como ator no GITIS (Moscow State Academy) em 1972. Estudou intensamente durante quatro anos, o sistema de Biomecânica Teatral de Meyerhold com o mestre Nikolai Kustov, ator e instrutor do teatro de Meyerhold até a morte do grande diretor russo. Trabalhou também por 20 anos no teatro Sátira de Moscou, na qual participou de diversos espetáculos, realizando inúmeras temporadas em torno da União Soviética, Europa e Ásia. Atuou também em diversos filmes como dublê. Durante vários anos, Gennadi dedicou-se ao Rati (GITIS), atuando como professor, sendo um dos fundadores da escola internacional de Biomecânica. Desde 1992, Bogdanov colabora com universidades e diversos centros teatrais em países como Áustria, Austrália, Brasil, Bélgica, Holanda, Canadá, Dinamarca, França, País de Gales, Alemanha, Inglaterra, Itália, Países Baixos, Polônia, Singapura, Espanha, Suécia, Suíça e EUA, ministrando cursos, demonstrações técnicas e apresentando seus espetáculos, sendo um dos mais destacados mestres, descendente direto da Biomecânica Teatral de Meyerhold. É mestre-colaborador do ISTA (Escola Internacional de Antropologia Teatral), dirigido por Eugenio Barba desde 96. Foi diretor artístico da Escola Internacional de Biomecânica no Centrum Mime Berlim. Atualmente, na Itália, atua como diretor pedagógico e artístico do Centro Internacional de Biomecânica Teatral de Meyerhold, em Perugia, ministrando os cursos de formação especializada.
08/05
Local: Teatro Sesc Centro
Horário: 17h
· Retirada de senhas a partir de 20/04 no Sesc Centro


Oficina: Introdução ao treinamento da Biomecânica de Meyerhold
Ministrante: Gennadi Bogdanov (Rússia)

Os princípios fundamentais da construção da ação teatral com base nos princípios biomecânicos. Os elementos dos estudos clássicos da Biomecânica teatral de Meyerhold.
Carga horária: 35h
09 a 15/05
Local: Cia de Arte – 6º. andar
Horário: 14 as 19h
Inscrições por avaliação de currículos. Interessados mandar para o email festival@sesc-rs.com.br.


Intercâmbio entre Teatro da Vertigem (SP) e Falos & Stercus (RS)
Atuação na cidade: Experiências Práticas
Utopias de aproximação

Em 2001, Nicolas Bourriaud aponta para as “utopias de aproximação”, práticas artísticas que se estendem num vasto território de experimentações sociais, e que pretendem agir, gerando novas percepções e novas relações de afeto, num mundo regulado pela divisão de trabalho, ultra especialização e pelo isolamento individual.

Para o filósofo francês a arte contemporânea desenvolve um projeto político, no entanto se esforça em investigar e problematizar a esfera relacional. Para ele, a exposição é um lugar privilegiado onde se instalam coletividades instantâneas, regidas por princípios diversos de acordo com o grau de participação do espectador exigido pelo artista, a natureza das obras e os modelos de sociabilidade propostos ou representados, que gera território de intercâmbios específico.

A arte contemporânea se propõe a modelar mais que representar, pretende inserir-se e agir dentro do tecido social, mais do que inspirar-se nele. Deste ponto de vista, a obra de arte se constitui como um interstício social, um espaço de relações humanas que, ao se integrar mais ou menos harmoniosa e abertamente no sistema global, sugere outras possibilidades de intercâmbios que aqueles vigentes neste sistema.

De acordo com Bourriaud, a tarefa da arte contemporânea no campo do intercâmbio das representações é criar espaços livres, propor temporalidades cujo ritmo atravesse àqueles que organizam a vida cotidiana e favorecer relacionamentos intrapessoais diferentes daqueles que impõem a sociedade da comunicação.

Não o fim da arte, não o fim do jogo, mas o fim da rodada. É necessário lembrar com Duchamp que a arte é um jogo entre todos os homens e todas as épocas.
Apresentação pública do resultado
25/05
Local: Sala G4 – Casa de Cultura Mario Quintana
Horário: 15h
*Entrada Franca



Oficina Atuação na cidade: experiências práticas
Teatro da Vertigem (SP)

A oficina será concentrada nos experimentos de atuação e intervenção do artista que é atravessado/contaminado pelos espaços públicos da cidade, sua participação na elaboração da obra com a autonomia de criação.
Coordenadores Roberto Audio, Eliana Monteiro, Luciana Schwinden e Sergio Siviero.
Público alvo: Atores, bailarinos, performers, estudantes de teatro, dança e artes visuais
20 vagas
Carga horária: 15 horas
26 a 28/05
Local: Sala G4 – Casa de Cultura Mario Quintana
Horário: 26 a 27/05 13 as 18h e 28/05 09 as 14h
Inscrições por avaliação de currículos. Interessados mandar para o email festival@sesc-rs.com.br.

Apresentação pública do resultado
28/05
Local: Sala G4 – Casa de Cultura Mario Quintana
Horário: 16h
*Entrada Franca


Oficina de Palhaços
Armatrux (MG)
Essa oficina pretende abordar o universo do palhaço através de jogos de relacionamento, atenção e comando. Trabalhar a relação entre espaço, tempo e intensidade, além de sequências de gags (slap stick, Double take e quedas) e jogos com máscara.
A oficina tem como objetivo a vivência da experimentação do palhaço e será ministrada pelo ator Eduardo Machado, o palhaço Bilu.
Carga horária: 08 h
23 a 24/05
Local: Teatro Sesc Centro
Horário: 10 as 19h
Inscrições por avaliação de currículos. Interessados mandar para o email festival@sesc-rs.com.br.


Seminário Dramaturgia e Literatura - qualificando leitores de um gênero nem tão dramático assim
Além de submergir nesse universo ainda tão desconhecido do fazer dramaturgico, o seminário visa a qualificação e formação de um leitor do gênero, sem o fim específico da montagem teatral.
* Entrada Franca


Dramaturgia clássica e a dramaturgia contemporânea - diferentes e possíveis leituras
Jô Bilac - Dramaturgo/SP e Graça Nunes (professora especialista no gênero)

A compreensão da diversidade da forma dramaturgica estará em pauta. Haverá um modo específico de entender essas diferentes estruturas narrativas? Como e onde a dramaturgia clássica influencia a dramaturgia contemporânea? Quais códigos necessários para a leitura desse gênero?
10/05
Local: Café Sesc Centro
Horário: 18:30h


A dramaturgia no Rio Grande do Sul - para ler o movimento, o silêncio e a palavra
Jezebel De Carli - diretora da Cia. Santa estacão/RS, atriz, Daniela Carmona (atriz e professora do TEPA/RS) e Inês Marocco (diretora, professora)

Quando falamos em dramaturgia, de imediato pensamos na palavra. Mas, com a evolução das formas drámaticas de narrar, seja pela ação, ou mesmo pelo silêncio, outras vertentes narrativas vem se destacando em nosso Estado e tem requerido para si o status de dramaturgia. Quais critérios usamos para lê-las? Como lê-las, sem a necessidade urgente da palavra?
17/05
Local: Café Sesc Centro
Horário: 19h


Mas afinal, dramaturgia é literatura? Leituras fora da cena
Mario Bortoloto - dramatrugo/SP e Diones Camargo (dramatrugo/RS)

Quais elementos da estrutura dramatúrgica nos possibilitam a evasão, enquanto leitores, para a construção de um imaginário que nos favoreça fruição estética no que antecede à montagem teatral como fim em si.
24/05
Local: Café Sesc Centro
Horário: 19h


Encontros dramáticos
Atividade paralela do Seminário Dramaturgia e Literatura - qualificando leitores para um gênero literário nem tão dramático assim
Leituras de textos premiados nas edições 4, 5 e 6 do Prêmio Carlos Carvalho de Dramaturgia/SMC


O senhor de Paris - de Hersch W. Basbaum
Grupo Teatro Sarcáustico
Direção Daniel Colin
14/05
Local: Jardim Lutzemberger – Casa de Cultura Mario Quintana
Horário: 17h

Avental todo sujo de ovo - de Mario Barbosa
Cia de Teatro Di Stravaganza
Direção Adriane Motolla
Mezanino do 2o. piso
21/05
Local: Mezanino do 2º. piso – Casa de Cultura Mario Quintana
Horário: 17h

Os cactos - de Emmanuel Nogueira
Teatrofídico
Direção Eduardo Kramer
28/05
Local: Passarela do 5o. andar (entre Biblioteca Lucília Minssen e Oficina Sapato Florido) – Casa de Cultura Mario Quintana
Horário: 17h


Semana Ivo Bender – Parceria com a Secretaria Municipal da Cultura
Ivo Bender é o maior dramaturgo gaúcho ainda vivo. Para homenageá-lo, o projeto Semana Ivo Bender prevê uma série de sessões comentadas de leituras dramáticas de seus textos e apresentações do novo espetáculo do Grupo Experimental de Teatro de Porto Alegre. Além disso, será montada no Foyer do Centro Municipal de Cultura Lupicínio Rodrigues uma exposição de fotografias do escritor e de espetáculos seus já encenados. Toda a programação ocorrerá nos Teatro Renascença e na Sala Álvaro Moreyra, no mês de maio de 2010, quando o dramaturgo completa 75 anos de idade e 50 de carreira.

Pequenas Leituras dramáticas
Com Marcelo Adams e Raquel Pilger
Coquetel de abertura às 21h30
23/05
Local: Teatro Renascença
Horário: 20h

Leitura Dramática
Direção de Décio Antunes
Colheita de cinzas- 1941 (1988)
Primeira parte da Trilogia perversa. Em 1941, durante uma grande enchente que assola o Rio Grande do Sul, Ereda e Ulrica, duas mulheres descendentes de alemães, vivem sós em uma fazenda. O pai de Ereda foi assassinado por Ulrica, fato presenciado pela filha, que aguarda a chegada de Orestes, seu irmão, prestes a voltar do seminário onde estudava. A chegada de Orestes e a revelação do crime, feita por Ereda, leva o rapaz a matar a própria mãe, sufocada com um travesseiro. Versão do mito grego dos Átridas, a peça reproduz os principais eventos da Electra, de Sófocles, ambientada no contexto da colonização alemã no Estado.
24/05
Local: Teatro Renascença
Horário: 20h



Leitura Dramática com sessão comentada
Direção: Luiz Paulo Vasconcelos
Sexta-feira das paixões (1975)
Em uma casa de retiro para mulheres sós, na cidade de Puerto Amaro, capital de um país fictício da América Latina, vivem Maria Amparo, a dona do lugar, Amanda e Teresa. O país está em convulsão, pela ação dos rebeldes que querem tomar o governo. No sótão da casa, Teresa, a Estigmatizada, está amarrada a uma cama, pois na época da Páscoa, anualmente, em seu corpo surgem chagas. As outras duas mulheres esperam a chegada de Urânia, atriz e amiga de Amanda, que não a vê há alguns meses. A preparação para a ceia da Sexta-feira Santa é a principal ação do texto, que tem seus principais conflitos na relação explosiva entre Urânia e Maria Amparo. O assassinato de Teresa por Amparo, como o sacrifício ritual da Sexta-feira da Paixão, é a culminância da peça.
25/05
Local: Sala Álvaro Moreyra
Horário: 20h

Leitura Dramática com sessão comentada
Direção: Marcelo Adams
Quem roubou meu anabela? (1972)
Comédia com ingredientes fantásticos. Duas primas, Valéria e Genciana Marcoso, vivem uma relação conturbada. Valéria é casada com Umberto, mas trai o marido com Jasmim, um rapaz que entrega horóscopos a domicílio. Genciana é satanista, e vive invocando os demônios Astaroth e Asmodeu. O título faz referência a uma das últimas ações da peça, quando Valéria, já pronta para a recepção na casa do governador, procura seus sapatos modelo Anabela, não os encontrando. Valéria é assassinada por Umberto, que sai para a recepção acompanhado por Jasmim, calçando os sapatos anabela.
26/05
Local: Sala Alvaro Moreyra
Horário: 20h


Apresentações do Grupo Experimental de Teatro da SMC
Direção: Maurício Guzinski
Cabaret do Ivo
Resultado do módulo montagem sobre a obra de Ivo Bender do Grupo Experimental de Teatro/SMC. A coordenação é de Maurício Guzinski e a preparação de corpo e voz é de Laura Backes. No elenco: Amanda Novinski, André Gazineu, Dinorah Araújo, Juçara Gaspar, Naiara Harry, Paula Souza, Samanta Sironi e Silvana Ferreira.
27, 28 e 29/05
Local: Sala Alvaro Moreyra
Horário: 20h




O Macaco e a Velha
Direção: Deborah Finocchiaro
Com Arlete Cunha e Heloisa Palaoro

O Macaco e a Velha do gaúcho Ivo Bender, é baseada num conto do folclore afro-brasileiro que trata da difícil relação entre um macaco muito esperto e a dona do Bananal onde ele vive. Na briga pelo usufruto deste paraíso, ambos descobrem que, só unidos, poderão defender o seu tesouro.
A peça é apresentada na forma de uma leitura com dinâmica de contação de história. Os personagens ganham vida através da caracterização da voz da atriz. E para garantir a atmosfera de cada história, a leitura conta com trilha executada ao vivo, são canções com ritmos variados, além de efeitos sonoros.
28 e 29/05
Local: Sala Álvaro Moreyra
Horário: 16h


Exposição Ivo Bender - O Senhor das letras
A exposição Ivo Bender – O Senhor das Letras fará parte do evento em celebração aos 50 anos de carreira do escritor, dramaturgo, tradutor e professor gaúcho. O objetivo é abarcar a diversidade de sua obra na qual é possível verificar a fluência de sua escrita que transita, com liberdade, tanto pelo texto dramático nas diferentes fases experimentadas pelo autor – tragédia e comédia, realismo fantástico e teatro político, musical e teatro infantil –, quanto pelo ensaio e pela prosa. Registros fotográficos das montagens de suas peças, depoimentos de artistas, amigos e críticos literários farão parte desta amostra do universo criativo de Ivo Bender.
23/05 a 16/06
Local: Saguão do Centro Municipal de Cultura Lupicínio Rodrigues


fonte: Wilson Coelho